A equivalência entre a certificação LEED e o Selo Procel Edificações

Fonte: Revista Lumière Electric

Acesse aqui a reportagem na íntegra.

O alcance da certificação internacional LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), uma das certificações ambientais de edifícios mais utilizadas em todo o mundo, tornou-se mais fácil e rentável para projetos de edifícios no Brasil. Os projetos no Brasil reconhecidos pelo Selo Procel de Economia de Energia em Edificações (Selo Procel Edificações) da Eletrobras não precisam mais adquirir outro modelo de energia para atingir um dos pré-requisitos LEED.

Reportagem da revista Lumière Electric informa que desde novembro de 2014 o Comitê Diretivo do LEED aprovou um Alternative Compliance Path (ACP) para comprovação do segundo pré-requisito de Energia e Atmosfera do LEED – EAp2, que trata do desempenho energético mínimo no sistema de classificação LEED BD & C de 2009. O novo ACP permite que projetos no Brasil utilizem o Selo Procel Edificações para demonstrar a conformidade com as exigências do pré-requisito do LEED 2009.

O Selo Procel Edificações é concedido aos imóveis que têm demonstrado cumprir os mais altos níveis de eficiência energética (classificação AAA) em três categorias – Iluminação, Envoltória e HVAC. Para receber o selo, um edifício deve demonstrar uma redução significativa da energia de todas as três fontes, quando comparado a um edifício convencional.

A matéria destaca que a importância dessa conquista é resultado do trabalho desenvolvido em parceria pelo Green Building Council Brasil, o Centro Brasileiro de Eficiência Energética em Edificações e a Eletrobras, e pode ser medida pelo reconhecimento internacional do recém-lançado Selo Procel Edificações. “Essa interação entre as certificações é uma verdadeira situação de ganha-ganha para todos”, diz Fernando Perrone, do Departamento de Projetos de Eficiência Energética da Eletrobras.

Clique no link abaixo e leia a reportagem na íntegra
Revista Lumiere Eletric_MARÇO 2015.pdf
Anúncios

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Eficiência Energética, Sustentabilidade e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s