Turbinas eólicas abastecem Torre Eiffel

Fonte: Brasil Energia

Acesse aqui a matéria em sua fonte.

O mais famoso símbolo de Paris está sendo abastecido por energia eólica. A UGE International instalou no dia 24 de fevereiro, dois aerogeradores, com 3,2 kW de potência cada, na Torre Eiffel.

Os aerogeradores (foto) fazem parte de um plano de eficiência energética e restauração da Torre Eiffel, que inclui a instalação de um painel solar, lâmpadas LED em todo o monumento, além de outras melhorias arquitetônicas. A Société d’Exploitation de la Tour Eiffel (SETE), responsável pela administração, está investindo US$ 38,4 milhões nas obras.

Aerogeradores

As turbinas modelo UGE VisionAIR5 vão produzir em média 10.000 kWh por ano, o suficiente para suprir o consumo das instalações comerciais do primeiro andar. Ambas ficam no segundo piso da torre, a 122 metros de altura, e receberam pintura especial para não destoar da tradicional estrutura de ferro.

Cada equipamento tem 5,2 metros de altura e pesa 756 kg, o que tornou desafiadora a instalação. As turbinas operam com velocidades entre 3,5 m/s e 20 m/s.

O mais famoso símbolo de Paris está sendo abastecido por energia eólica. A UGE International instalou no dia 24 de fevereiro, dois aerogeradores, com 3,2 kW de potência cada, na Torre Eiffel.

Os aerogeradores (foto) fazem parte de um plano de eficiência energética e restauração da Torre Eiffel, que inclui a instalação de um painel solar, lâmpadas LED em todo o monumento, além de outras melhorias arquitetônicas. A Société d’Exploitation de la Tour Eiffel (SETE), responsável pela administração, está investindo US$ 38,4 milhões nas obras.

Aerogeradores

As turbinas modelo UGE VisionAIR5 vão produzir em média 10.000 kWh por ano, o suficiente para suprir o consumo das instalações comerciais do primeiro andar. Ambas ficam no segundo piso da torre, a 122 metros de altura, e receberam pintura especial para não destoar da tradicional estrutura de ferro.

Cada equipamento tem 5,2 metros de altura e pesa 756 kg, o que tornou desafiadora a instalação. As turbinas operam com velocidades entre 3,5 m/s e 20 m/s.

Aerogeradores de eixo vertical como esses costumam ser indicadas para ambientes urbanos, pois são mais silenciosos, fáceis de instalar e captam melhor ventos irregulares quando comparados aos de eixo horizontal. Regimes turbulentos são característicos das cidades, onde prédios e outras construções funcionam como barreiras e anteparos.

Anúncios

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Eficiência Energética, Mundo, Sustentabilidade e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s