Comprar com mais conforto, viver com eficiência energética

Fonte: Deutschland.de

Acesse aqui a matéria em sua fonte.

Alemanha – Como que acionada pela mão de um 
fantasma, a máquina de lavar roupas 
começa a funcionar – neste exato momento a eletricidade está mais barata. Pouco depois, é a calefação que liga. Os moradores, porém, ainda estão no trabalho. Após um dia cansativo, querem encontrar a casa já aquecida. A temperatura pode ser controlada por eles através de um aplicativo móvel. A caminho de casa, lembram-se que a geladeira está vazia. Por sorte, o aparelho dispõe de Wi-Fi integrado e está sincronizado a um caderno digital de anotações. Durante as compras, olham no smartphone, quais os alimentos que faltam na cozinha. O que soa futurístico já é realidade em residências alemãs há tempos. De acordo com um estudo, até 2020 mais de um milhão de domicílios alemães estarão usando sensores inteligentes e aparelhos conectados entre si. Em 2013, já havia na Alemanha 315.000 residências inteligentes em rede.

As fontes alternativas de energia também 
desempenham papel importante numa “smart home” totalmente digitalizada: nela, equipamentos fotovoltaicos, bombas de aquecimento e contadores inteligentes estão conectados – a casa está se transformando numa pequena usina de energia. Economia e comodidade não são as únicas vantagens de morar de forma 
inteligente: sensores diferentes identificam arrombamentos, incêndios ou vazamentos de água e comunicam a uma central de alarme. Portas externas e janelas abertas também são mostradas e queimadores de fogão automaticamente desligados. Só falta a casa limpar-se sozinha – mas nem isto está no campo dos sonhos. Os primeiros robôs faxineiros já estão em ação faz tempo.

Anúncios

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Eficiência Energética, Novas Tecnologias, Sustentabilidade e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s