Países desenvolvidos produzem mais com melhor eficiência energética

Fonte: Valor Online

Acesse aqui a matéria em sua fonte.

Suíça – Países desenvolvidos conseguem produzir mais com melhor eficiência energética, mostra o Índice de Desempenho da Arquitetura Global da Energia 2015 (Global Energy Architecture Performance Index), publicado nesta quarta-feira pelo Fórum Econômico Mundial e pela consultoria Accenture. O PIB médio produzido por unidade de uso de energia é de US$ 9,04 nos países industrializados, comparado a US$ 6,71 nos emergentes e em desenvolvimento e US$ 5,80 no grupo BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China).

Conforme o documento, apesar de esforços substanciais feitos globalmente, os progressos são lentos para melhorar o uso de energia, principalmente nos emergentes. O forte desempenho no indicador de intensidade de energia é uma das principais diferenças no desempenho em termos de desenvolvimento econômico e baixas emissões de carbono. Suíça, Noruega e França lideram o ranking de 125 países em capacidade de energia segura, acessível e sustentável.

O Brasil, repetindo seu bom desempenho já do ano passado, mantém a melhor posição entre os principais emergentes. O país fica na 23ª posição, enquanto a Rússia fica na 39ª. Já a China é relegada ao 89º lugar e a Índia, ao 95º.

Conforme o relatório, a posição brasileira reflete sua diversidade energética e o rápido crescimento do setor de petróleo e gás. O relatório diz que, com o fornecimento de eletricidade dominado pela energia hidrelétrica, o Brasil alcança alto nível em termos de sustentabilidade ambiental.

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Eficiência Energética, Mundo, Sustentabilidade e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s