Software para gestão de energia, automação e segurança em edifícios inteligentes

Divulgação: PROCEL Info

Por: Revista Eletricidade Moderna – Março 2020

Clique aqui para acessar a reportagem na íntegra, diretamente na origem.

Em um edifício, ¾ dos custos totais se concentram em atividades de operação e manutenção. Guia apresenta soluções para controle de demanda e de gestão de sistemas de energia, iluminação e climatização

Fontes especializadas em análise de ciclo de vida de edifícios calculam que a operação e manutenção respondem por nada menos de 75% dos custos totais de um prédio comercial. Não por acaso, logo que a tecnologia permitiu, imaginaram-se ferramentas de “informática” para gerenciar mais facilmente esses gastos e reduzir despesas, e desde o final dos anos 1980 o termo “edifícios inteligentes” integra o vocabulário dos profissionais de projeto, construção, instalação e gestão de prédios em geral. 

Sendo a energia elétrica o principal item de custos, foi natural que os primeiros sistemas se dedicassem à gestão energética, atuando no controle da iluminação, ar condicionado, bombas e elevadores. Mas não demorou para surgirem soluções dedicadas à automação da operação (controle de persianas, de brises, de ocupação de salas, de vagas de garagem, etc.), A segurança (controle de acesso e intrusão, detecção e alarmes de incêndios, vigilância eletrônica, etc.). Assim, uma grande quantidade de sistemas e dispositivos, utilizando protocolos distintos, passou a coexistir nas edificações, dificultando a obtenção, pelos gestores, de uma visão do desempenho geral. Mas com a evolução da tecnologia, tornou-se possível a integração desses sistemas e a criação de novas e modernas ferramentas, pensadas para oferecer recursos completos de gerenciamento automático de todas as funcionalidades. Atualmente, graças à digitalização e à conectividade, estão disponíveis recursos fantásticos em favor da economia, produtividade, ergonomia e sobretudo do bem estar dos ocupantes. 

Este texto é um guia e traz um apanhado de sistemas de gestão de edifícios disponíveis no mercado nacional, destinados à aplicação em uma gama diversificada de instalações, dos prédios de escritórios aos shopping centers, passando por hotéis, escolas, clínicas, CPDs e aeroportos, entre outros. 

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Artigos Diversos, Sustentabilidade e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s