Mercado de energia solar é aposta de pequenos empresários

Fonte: Pequenas Empresas Grandes Negócios

Acesse aqui a matéria em sua fonte.

Mais um mercado que tem perspectiva de crescimento em 2016 é o de energia solar. A consultora de negócios Ana Vecchi explica que o mercado de energia solar tem forte tendência pra 2016, em função dos apagões e do aumento da conta de luz.

Ela diz que o consumidor está mais atento nas contas que tem que pagar, e cada vez mais consciente nos aspectos de sustentabilidade. Bruno Lima percebeu isso no ano passado. Com dois sócios investiu R$ 200 mil para montar a empresa, que instala sistemas de energia solar.

Numa casa de 200 metros quadrados, em Campinas, interior de São Paulo, por exemplo, ele instalou 12 painéis de 1,65m de altura. São placas fotovoltaicas.

O espaço tem 35 lâmpadas, duas geladeiras, dois aparelhos de ar-condicionado e ainda um estúdio de música, com dezenas de equipamentos ligados o dia inteiro.

A conta de energia é zero, isto é, o proprietário só paga a taxa mínima. O segredo: a luz do sol bate sobre as placas e gera eletricidade limpa e mais barata. O sistema todo custou R$ 27 mil.

Com ele, a casa economiza R$ 400 na conta de luz por mês. E o investimento é recuperado em menos de seis anos. A empresa já instalou mais de 50 sistemas de energia solar. Este ano, o faturamento deve fechar em R$ 1,5 milhão – quatro vezes mais que em 2014.

Veja aqui a reportagem do programa Pequenas Empresas Grandes Negócios sobre as perspectivas de crescimento do mercado de energia solar em 2016

Anúncios

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Brasil, Eficiência Energética, Novas Tecnologias, Sustentabilidade e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s