SINAENCO apresenta estudo sobre os impactos da norma de Desempenho no setor de arquitetura e engenharia consultiva

De: SINAENCO – Sindicato da Arquitetura e Engenharia

Com a vigência da NBR 15575:2013 – Norma de Desempenho –, se abriu um novo cenário para os profissionais e empresas que atuam no segmento de produção de unidades habitacionais.

A análise e avaliação dos empreendimentos habitacionais passou a ser realizada sob um novo ponto de vista, com novas regras, exigências e requisitos de desempenho, respaldados por diplomas legais já vigentes, e que trouxeram direitos e responsabilidades para todos os elos da corrente, começando pelos incorporadores, permeando pelos projetistas, fornecedores de materiais e serviços, construtores e gerenciadores e terminando com os usuários.

Juntamente com a perspectiva de melhoria da qualidade e durabilidade das unidades habitacionais, o novo regramento trouxe inúmeras dúvidas, muitas das quais ainda não esclarecidas, a respeito da divisão ou do compartilhamento das responsabilidades e obrigações advindas.

Dando um primeiro passo para clarear este nebuloso cenário, o SINAENCO reuniu representantes do sindicato e de entidades técnicas profissionais e empresariais ligadas à Arquitetura e Engenharia Consultiva, relacionadas com a produção de empreendimentos habitacionais para, através de um debate amplo e aberto, ampliar a compreensão do setor sobre os possíveis impactos da Norma de Desempenho nas atividades da A&EC.

O estudo ora publicado é o primeiro produto elaborado pelo Grupo de Trabalho e tem por objetivo conscientizar os profissionais e as empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva sobre as mudanças que estão sendo implementadas, bem como, fornecer subsídios para um melhor entendimento da norma em epígrafe, mitigando futuros riscos técnicos, administrativos e jurídicos e, assim, contribuir para a melhoria da qualidade e durabilidade dos produtos habitacionais.

Os trabalhos continuam, e nas próximas etapas pretendemos interagir com os demais atores da Cadeia Produtiva da construção habitacional, os quais desde já estão convidados a participar dos novos fóruns de debates que, certamente, poderão esclarecer as dúvidas remanescentes, ajustar as regras de participação de cada ente envolvido e viabilizar o sucesso da Norma de Desempenho, cujo objetivo é oferecer à sociedade moradias com maior durabilidade, segurança, conforto térmico e acústico, em resumo, melhor qualidade de vida para o usuário final, o cidadão brasileiro.

Para acessar o estudo, clique aqui

JOSÉ ROBERTO BERNASCONI
Presidente Nacional do SINAENCO

Anúncios

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Normas Técnicas e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s