Empire State Building – Um retrofit mais que especial!

Fonte: Blog da Creato

Acesse aqui a matéria em sua fonte.

O Empire State Building é um prédio de 102 andares na Fifth Avenue (Quinta Avenida), entre a 33rd Street e a 34th Street. Um ícone de Nova York que por mais de 40 anos foi considerado o prédio mais alto do mundo, título que perdeu com a construção do World Trade center.

Apesar de ter sido inaugurado em 1931, esse velho senhor atualmente consome menos energia do que muitos edifícios construídos no ano passado! E como isso pode ser possível?

Após tantos anos de uso, uma reforma precisava ser feita. Sistemas e acabamentos estavam ultrapassados e consumiam muito tempo e dinheiro para sua manutenção. Neste momento, a decisão de modernizar o edifício tomou proporções maiores e em 2009, o Empire State Building iniciou um trabalho de renovação completa, incluindo não apenas a melhoria dos sistemas e acabamentos, mas a melhoria de seus sistemas visando a sustentabilidade e a economia de energia, água e emissão de carbono.

Este projeto sustentável chamado de “retrofit” foi premiado e em 2011 ele recebeu a certificação LEED® Gold for Existing Buildings (certificação LEED Ouro para edificações existentes).

Após a conclusão completa do programa de retrofit proposto, o edifício reduzirá o consumo de energia total em mais de 38%, os gastos com energia em até USD 4,4 milhões por ano e as emissões de carbono em até 105.000 toneladas métricas nos próximos 15 anos.

O que foi feito no ESB, pode ser feito em várias edificações antigas que desejam consumir menos. Além da eficiência energética, as alterações no Empire State Building, que ajudaram a conseguir certificação LEED Gold incluem:

– Instalação de equipamentos de baixo fluxo de água nos banheiros do edifício;

– O uso de material de limpeza verdes e produtos de controle de pragas;

– Reciclagem de resíduos de inquilino e restos de construção;

– O uso de produtos de papel reciclado;

– O uso de tapetes de conteúdo reciclado, revestimentos de parede, tintas e adesivos com baixos VOC´s;

– Um programa de engajamento dos inquilinos, incluindo medição setorizada, um recém-criado Sistema de Gestão de Energia e os requisitos obrigatórios verdes em contratos de arrendamento.

Para fornecer informações aos visitantes sobre a renovação, uma exposição sobre sustentabilidade foi montada no 20º andar. A exposição exibe a tecnologia e os processos de ponta utilizados na reformulação.

Ela conta a história do notável processo de renovação de uma forma divertida e fácil de entender, usando uma combinação de monitores digitais, esculturas e materiais de construção reais, que certamente irá inspirar visitantes de todas as idades.

Anúncios

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Eficiência Energética, Sustentabilidade e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s