Fachadas Ventiladas ou Respirantes e a sua influência na eficiência energética de uma edificação

A Revista Téchne da PINI publicou ainda em 2009 uma matéria sobre as características e aspectos positivos (vantagens) na implantação de fachadas ventiladas em edificações, assim como sobre sua influência no consumo de ar condicionado e consequentemente, de energia.

Acabei resgatando este assunto por uma outra razão, e achei interessante postá-lo aqui em nosso blog.

Segue o link para acesso da matéria diretamente no site da Téchne.

Fachadas Respirantes

Fonte: Téchne – PINI

Por: Eride Moura

Acesse aqui a reportagem em sua fonte.

Anúncios

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Artigos Tecnicos, Eficiência Energética e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s