PIB pode cair com racionamento de energia, diz S&P

Fonte: O Estado de SP – Economia

Acesse aqui a matéria em sua fonte.

Um racionamento de energia no ano que vem, provocado pela seca, pode pesar negativamente nas já fracas projeções de crescimento da economia brasileira para 2015, avalia a diretora-gerente de ratings soberanos da Standard & Poor’s (S&P), Lisa Schineller, em uma teleconferência para avaliar o cenário do Brasil no pós-eleições.

A diretora da S&P disse que a agência trabalha no momento com a previsão de expansão entre 1% e 2% no Produto Interno Bruto (PIB) em 2015. “Se houver racionamento, claramente essa previsão será menor.”

Ao falar da possibilidade de racionamento em 2015, Lisa destacou que também pode influenciar o cenário brasileiro a elevação dos juros pelo Federal Reserve (Fed, o banco central americano). A expectativa da S&P é que no segundo trimestre do ano que vem as taxas subam, o que deve aumentar a volatilidade para o Brasil e outros emergentes, além de encarecer os custos de financiamento.

Segundo Lisa, o mercado financeiro brasileiro está muito ansioso pelos nomes da nova equipe econômica. Porém, mais que nomes, o que interessa para a agência de classificação de risco é qual será a política econômica que o ministro da Fazenda vai executar e o que terá apoio do governo e será aprovado no Congresso.

“Não é o nome do ministro da Fazenda per se. É a sinalização e execução de política pelo governo”, disse Lisa, afirmando que essa é a fotografia que a agência vai avaliar, junto com as medidas econômicas que o Congresso vai aprovar. Mudança do ministro não indica mudança de política econômica, avaliou.

“Em tempos de expectativa do mercado para o ministro da Fazenda, os agentes vão ficar mais confortáveis com economistas vindo do mercado. Mas, do nosso ponto de vista, o que importa não é o que esta pessoa vai colocar na mesa, mas o que será endossado pelo governo e o que o Congresso vai aprovar.”

Petrobrás. Em vários momentos de sua apresentação, Lisa falou dos níveis muito baixos de confiança dos empresários e consumidores no Brasil e que Dilma precisa sinalizar mudanças e tomar medidas que resolvam essa questão. “Há uma extrema falta de confiança.”

De acordo com a executiva, o escândalo de corrupção na Petrobrás é outro exemplo dos desafios que a presidente Dilma Rousseff terá em seu segundo mandato, que já começa marcado por um Congresso fragmentado, níveis baixos de confiança dos empresários e atividade econômica fraca.

No caso da Petrobrás, a S&P espera um aumento de preços dos combustíveis no Brasil neste pós-eleições, disse Lisa, sem especificar datas. A falta de reajuste amarrou as operações da petroleira e, nesse sentido, uma elevação dos preços dará maior margem de manobra à companhia em seus projetos de investimento, afirmou.

A S&P vai monitorar o Orçamento que deve ser aprovado pelo Congresso para 2015, mas por enquanto, o cenário base da agência é para a manutenção de um menor superávit primário e déficit mais alto. No curto prazo, a moeda brasileira deve continuar desvalorizada.

Anúncios

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Cidades e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s