Iniciativa global busca melhorar eficiência energética em equipamentos

Fonte: Procel Info

 

 

Estados Unidos – Em setembro, durante a United Nations Climate Summit, em Nova York, foi anunciada uma parceria global, com foco em aumentar a eficiência de equipamentos e aplicações. A parceria público-privada, liderada pelo United Nations Environment Programme (UNEP), CLASP, United Nations Development Programme (UNDP), International Copper Association (ICA) e a Natural Resources Defense Council (NRDC), tem como objetivo acelerar a transição para equipamentos mais eficientes, reduzindo a demanda global de energia, mitigando as mudanças climáticas e melhorando o acesso à energia.

Baseado no modelo “en.lighten”, que visa otimizar o desenvolvimento e a eficiência em países emergentes, além de focar na aceleração da eficiência em ar condicionados, refrigeradores, motores elétricos, transformadores de distribuição e tecnologia de informação.

Em apoio ao projeto, a CLASP analisa o potencial para a economia de energia, adotando medidas mais eficientes na América Latina e no Caribe. Segundo análise da própria CLASP, esta região poderá economizar 137 TWh de eletricidade em 2030, se os 33 países integrantes adotarem medidas para eficiência energética em refrigeradores, ventiladores de teto e ar condicionados.

Para conduzir a análise, o programa CLASP contratou uma ferramenta desenvolvida pelo laboratório Berkeley, que mede esses impactos. Em colaboração com a UNEP, o programa levantou dados sobre preços e eficiência, além do potencial estimado a partir de estudos publicados pela iniciativa SEAD (Super-efficient Equipment and Appliance Deployment, em inglês), do Ministério de Energia Limpas e das atividades para a confecção de leis da Europa, México e Estados Unidos.

Os dados provenientes desses estudos foram apresentados no 6º Seminário de Eficiência Energética do Caribe e da América Latina, demonstrando a importância da economia de energia. Como resultado do seminário, a Nicarágua juntou-se à parceria com objetivo de conseguir acesso à expertise e recursos que possibilitem equipamentos mais eficientes. Além do país, governos de mais 15 países demonstraram interesse na iniciativa.

Esta notícia não é de autoria do Procel Info, sendo assim, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original, exceto no caso de notícias que tenham necessidade de transcrição ou tradução, visto que se trata de uma versão resumida pelo Procel Info.

Anúncios

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Eficiência Energética, Sustentabilidade e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s