Sustentabilidade: O futuro em nossas mãos

Durante um momento de descanso e leitura, aproveitei para ler algumas revistas que recebi recentemente, entre elas, uma revista de minha cidade: A “Lucas Magazine No. 04”.

Eis que encontrei o artigo com o tema deste post, escrito por Livio Giosa, Presidente do CENAM – Centro Nacional de Modernização Empresarial e Presidente do IRES – Instituto ADVB de Responsabilidade Socioambiental, além de Vice Presidente da ADVB – Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (contato: liviogiosa@liviogiosa.com.br).

O artigo demonstra e corrobora um pouco do que tenho observado em algumas corporações de médio e grande porte…, pois afinal, muitas delas sabe o que precisa ser feito, mas não tomam as iniciativas ou ações necessárias…

Vejam abaixo a minha reprodução na íntegra do artigo:

Fonte: Revista Lucas Magazine (4)
De: Livio Giosa (vide CV acima)

Sustentabilidade: O futuro em nossas mãos

“Como garantir o futuro sustentável da sociedade através de atitudes diferenciadas, visando ao futuro das gerações?”

Parece que a discussão sobre as transformações da sociedade, atingindo o ambiente corporativo chega ao seu ápice.

Empresários conscientes, ligados no novo olhar do cliente / consumidor, que espera da sua relação com as empresas a fidelização pelas boas práticas, percebem nitidamente que a busca do lucro só não basta. Há algo de superior nesta história. Pela estratégia, pela sensibilidade, pela própria pressão do mercado. As ondas da consciência já são reconhecidas através de ciclos baseados em três fatores-chaves incorporados, agora, a “alma das empresas”: responsabilidade social, responsabilidade socioambiental e sustentabilidade.

Cada uma, a seu tempo, foi incluída ao dia-a-dia das organizações, inspirando iniciativas que amenizam i desequilíbrio social e valorizam a própria consciência ambiental.

No entanto, a mais nova concepção sobre sustentabilidade atrai a inteligência das empresas para algo muito mais sério e superior: Como garantir o futuro sustentável da sociedade através de atitudes diferenciadas visando ao futuro das gerações?

O fato é que depois da apresentação do Terceiro Relatório do Painel Intergovernamental para a Mudança Climática (IPCC), divulgado pela ONU, o mundo não é mais o mesmo. A nossa nave-mãe, a Terra, começa a dar sinais claros de desistabilizacao. Nações, governos, empresas e cidadãos estão sendo chamados a rever seus comportamentos e agir em prol de um novo entendimento coletivo, e para evitarmos o negro destino do planeta anunciado, a nossa obrigação é agirmos já.

Pesquisa com uma pequena amostra feita entre as 30 (trinta) principais empresas brasileiras, coordenada pela Fundação Dom Cabral, no entanto coloca-nos a outra face corporativa: as empresas têm consciência da questão da sustentabilidade, mas não praticam.

O que será que está faltando? O que falta para empresários do Brasil e, principalmente, governadores e legisladores, acordem para o desenvolvimento sustentável, mas que este possa ser bem aproveitado pelas gerações futuras?

Responda você e cobre deles com atitude e pela nossa sobrevivência.

Anúncios

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Comentarios do Bloggeiro, Sustentabilidade. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s