Paixões e desilusões sobre as certificações voltadas a sustentabilidade

A ABRAFAC (Associação Brasileira de Facilities) promoverá no próximo dia 14/11/2019 um interessante debate sobre as “paixões” e “desilusões” envolvendo projetos sustentáveis no Brasil.

Particularmente, me refiro ao evento como sendo “muito interessante”, pois esta dúvida sobre a viabilidade quanto a novos investimentos nesta área paira no ar, já há algum tempo…

Acredito que não existam dúvidas quanto a necessidade em investirmos em projetos mais sustentáveis, seja através de novas construções e instalações, seja através da revisão de conceitos, processos, etc…

Entretanto, como todos também sabem, qualquer empreendimento e sua infraestrutura estão sujeitos ao ciclo de vida e, consequentemente, perda de desempenho desta mesma infraestrutura, o que demandará de forma continuada, a implementação de métricas, controles, investimentos e cuidados com a sua operação e manutenção.

E é justamente neste ponto, ou sob esta ótica, que acredito no direcionamento a ser tomado no debate.

Trata-se de uma “gangorra” que requer equilíbrio, haja vista os vários projetos “sustentáveis” implantados no Brasil, e que não se mostram tão mais sustentáveis….

A proposta da ABRAFAC é ótima, e recomendo a participação.

Segue a chamada e o link disponibilizado pela ABRAFAC:

ABRAFAC FM Debate

Link para o website: https://www.abrafac.org.br/eventos/14-nov-fm-em-paixoes-e-desilusoes-sobre-as-certificacoes-voltadas-a-sustentabilidade/

 

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Cursos & Seminarios / Congressos, Entidades & Associações, Facility Management, Sustentabilidade e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Paixões e desilusões sobre as certificações voltadas a sustentabilidade

  1. Pingback: Empresas valorizam cada vez mais a ocupação de “prédios verdes” | Operação & Manutenção Sustentável

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s