Comissionamento: Como contratá-lo…

Como já dissemos por aqui, o COMISSIONAMENTO deverá abranger todas as etapas de um empreendimento, ou melhor:

  • Concepção & projetos
  • Seleção e contratação de instaladoras
  • Especificação e compra de equipamentos e sistemas
  • Construção & Instalação
  • Realização de testes funcionais, de desempenho e testes integrados
  • Recebimento e análise da documentação técnica final
  • Especificação da transição entre as etapas de obra e ocupação / operação (treinamento dos equipes)

Portanto, para que se obtenha o melhor resultado, recomenda-se a sua contratação no início do processo.

É importante ressaltar que as empresas de comissionamento necessitarão de informações sobre o empreendimento e sua futura utilização, além de algumas informações básicas como a metragem total construída. Isto se faz necessário, pois os responsáveis pelo comissionamento precisarão determinar:

  • Horas técnicas (HTs) para a análise e o acompanhamento das etapas de projetos
  • HTs para a especificação de cuidados, emissão de relatórios e execução do planejamento para o processo
  • HTs para o acompanhamento de testes em fabricantes e para o acompanhamento durante a fase de construção e instalação
  • HTs para o acompanhamento na fase de testes
  • HTs para a análise de documentos técnicos
  • HTs para a participação em reuniões periódicas com as equipes de comissionamento e gestão
  • HTs para o acompenhamento e treinamento na fase de transição

É evidente que este escopo completo poderá ser modificado pelo contratante, embora recomende-se cuidado ao se decidir por escopos reduzidos, o que poderá provocar e resultar em perda da qualidade e em resultados aquem do esperado.

Anúncios

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Artigos do Autor, Comissionamento e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s