E 2016 chegou….com muitos desafios para o setor de engenharia de manutenção

Historicamente, crises e catástrofes sempre tiveram papéis importantes e decisivos na economia em seus respectivos países, assim como eventualmente na economia mundial.

É evidente que a globalização encurtou distâncias e amplificou o impacto destas “oscilações” em localidades as vezes muito distantes dos pontos efetivamente abalados.

Voltando-nos para o Brasil e “navegando” diariamente em nossos jornais, ouvimos previsões quase que catastróficas para 2016 e parte de 2017, previsões estas “imersas” em um tamanho “lamaçal” de corrupção, má gestão administrativa e tropeços…

Todos os aspectos corroboram a instalação de mais uma crise econômica, após um período relativamente extenso de prosperidade e crescimento, sem nos adentrarmos em questões políticas e méritos de nossos governantes anteriores ou atuais.

O desemprego cresce à cada mês e épocas específicas do ano, como o recente período natalino, acabam por expor esta fragilidade econômica e as previsões catastróficas.

No entanto, caros amigos e colegas, retomando novamente o início deste texto, precisaremos também olhar a história….., e me refiro não somente a história mundial, mas o passado nem tão distante em nosso país, no qual vivenciamos tantas outras crises e momentos marcantes, dos quais nos recuperamos e sobrevivemos.

Tenho a certeza de que não será diferente desta vez e que, seja em 2016 ou 2017, veremos que os ventos soprarão novamente em direção ao novo rumo e ao crescimento.

Entretanto, para que isto ocorra e para que possamos superar as adversidades, será necessário não deixar que o pânico e o pessimismo se instalem e, principalmente, deixar com que toda a criatividade, perseverança e generalidade do provo brasileiro aflorem e ganhe “corpo”. Será necessário que olhemos para as nossas operações com vistas para o futuro, buscando por oportunidades de negócio, seja para sobrevivermos neste momento (com a melhoria de processos e redução dos custos operacionais), seja para crescermos em meio a crise (com novos negócios).

Isto me remete ao congresso do GBC Brasil realizado em 2014, quando algumas das palestras com maior público tiveram como pauta justamente a operação e manutenção em edificações e instalações prediais; na época, as palestras abordaram justamente a ineficiência em várias operações, normalmente gerada pelo desconhecimento de processos, pelo despreparo das equipes e pela má operação (operar erradamente) em si.

So olharmos atentamente para as nossas operações, certamente veremos e identificaremos falhas, evidentemente que dispondo de dados e históricos; mas isto, por sua vez, demandará tempo e dedicação para análises críticas destas operações, requerendo a experiência, o foco e a objetividade de nossos profissionais.

Aí está a oportunidade!!!! Principalmente quando objetivarmos a melhoria de processos, a melhoria da qualidade em nossos ambientes corporativos, condominiais, hospitalares, do varejo e de todos os demais segmentos de nosso mercado.

Não deixemos que o pessimismo tome conta….. Ao contrário, que aproveitemos esta “crise” para sairmos mais uma vez vencedores e fortalecidos para o crescimento que nos espera.

Um Feliz 2016 à todos!!

Anúncios

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Artigos do Autor, Brasil e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s