Japão começará a construir a maior usina de energia solar do país

Fonte: Canal Tech

Acesse aqui a matéria em sua fonte.

O Japão inicia em novembro a construção de uma enorme “fazenda solar”, uma estrutura de captação de energia capaz de gerar 231 megawatt a partir de 2019. As informações são da CNBC.

O gigantesco painel solar será instalado em Setouchi graças a incentivos do governo e de um financiamento feito pela companhia norte-americana de energia e tecnologia General Electric (GE), que terá 60% de participação no projeto, ao lado da Kuni Asset Management e da Toyo Engineering Corporation.

A chamada “fazenda solar” custará US$ 1,1 bilhão para ser construída e esse grupo de empresas realizou um empréstimo de US$ 867 milhões a bancos japoneses, a maior quantia levantada para projetos de energia renovável no Japão até hoje.

A construção do projeto ganhou apoio do governo e dos bancos japoneses principalmente após o acidente com a usina nuclear de Fukushima, em março de 2011. Desde então, o governo tem incentivado a construção e criação de novas alternativas às usinas nucleares e criou facilidade para iniciativas de projetos para captação de energia solar. Atualmente, o país já contabiliza 11 gigawatts de energia proveniente desses projetos.

O investimento tem dado certo, assim como os programas de incentivo para encorajar projetos em energia renovável. Até agora, o Japão tem 71 gigawatts em projetos de energia aprovados, dos quais 96% são solares.

O painel solar tem 1.210 acres, ou quase cinco quilômetros quadrados de extensão, e irá cobrir uma área onde antes ficava um campo de produção de sal. O projeto deve começar a funcionar comercialmente no segundo trimestre de 2019 e vender energia para a Chugoku Electric Power Company, num contrato de 20 anos. A construção ficará por conta da Toyo Engineering e da Shimizu Corporation e tanto operação como manutenção serão realizadas pela Chudenko Corporation.

Anúncios

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Eficiência Energética, Sustentabilidade e marcado , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s