Confiança no setor de Construção piora em julho

Fonte: Corenet Global – Brazil Chapter (Notícias)

SÃO PAULO  –  A confiança do setor da construção, medida pelo Índice de Confiança da Construção (ICST) da Fundação Getulio Vargas, caiu pelo quinto mês consecutivo ao recuar 10,3% no trimestre encerrado em julho, na comparação com o mesmo período do ano passado. O recuo, na base de comparação anual, foi o pior desde outubro de 2011 (-10,4%).

De acordo com a FGV, o resultado aponta uma evolução desfavorável do ambiente de negócios do setor. Em julho, o ICST caiu 12,4%, quando comparado ao mesmo mês de 2013. Em junho, o indicador tinha caído 8,9%. É o pior resultado da série histórica.

A Coordenadora de Projetos da Construção da FGV/IBRE, Ana Castelo, destaca em nota que “com a finalização de grande parte das obras ligadas à Copa do Mundo e o enfraquecimento do mercado imobiliário – decorrente da redução dos lançamentos e vendas dos últimos dois anos, a atividade da construção está se desacelerando fortemente. A piora das expectativas sinaliza que não deve haver alteração desse quadro no segundo semestre.”

A queda da confiança foi, novamente, mais influenciada pelo recuo nas expectativas. A queda do Índice de Expectativas (IE-CST) passou de 13,1%, no trimestre findo em junho, para 14,0%, em julho. Em termos mensais, a baixa se acentuou de 13,6% em junho para 15,1%, em julho.

O Índice da Situação Atual (ISA-CST) ficou relativamente estável em relação ao mês anterior, ao passar de queda de 5,7% no trimestre encerrado em junho, para baixa de 5,8%, em julho. Em termos mensais, a queda do ISA-CST se agravou de 3% em junho para 9,2%, em julho.

Anúncios

Sobre Alexandre Fontes

Alexandre Fontes é formado em Engenharia Mecânica e Engenharia de Produção pela Faculdade de Engenharia Industrial FEI, além de pós-graduado em Refrigeração & Ar Condicionado pela mesma entidade. Desde 1987, atua na implantação, na gestão e na auditoria técnica de contratos e processos de manutenção. É professor da cadeira "Comissionamento, Medição & Verificação" no MBA - Construções Sustentáveis (UNICID / INBEC), professor na cadeira "Gestão da Operação & Manutenção" pela FDTE (USP) / CORENET e professor da cadeira "Operação & Manutenção Predial" no curso de Pós Graduação em Avaliação e Perícias de Engenharia pelo IBAPE / MACKENZIE. Desde 2001, atua como consultor em engenharia de operação e manutenção.
Esse post foi publicado em Artigos Diversos e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s